Os 10 melhores hostels de Budapeste

Os 10 melhores hostels de Budapeste

Os 10 melhores hostels de Budapeste (por Elton Figueiredo) – A cada ano que passa, Budapeste vem se afirmando como um dos principais destinos para mochileiros na Europa. Motivos não faltam: Uma mistura de história, personalidade, preços que cabem no bolso, e uma das cenas noturnas mais selvagens de toda a Europa. Além de tradicionais bares e restaurantes, nada torna uma incursão noturna em Budapeste mais tradicional do que os “ruin bars”, bares com uma atmosfera mais alternativa, montados em propriedades em ruínas.

Os melhores bairros para se hospedar em Budapeste são os quatro que formam a região mais central: Terézváros, Erzsébetváros, Belváros e Lipotváros, que concentram boa parte da rede de hospedagem e das atrações da capital húngara, como a Basílica de Santo Estevão e o Parlamento. A localização exata de cada hostel está no mapa ao final do post para facilitar a sua escolha.

Mesmo sem a presença massiva das grandes redes, Budapeste tem mais uma centena de hostels modernos e com avaliações acima de 75%. Na alta temporada uma cama em dormitório não vai te custar mais que 20-25 euros, enquanto um quarto privado custa em média 60 euros. Já na baixa temporada, se te cobrarem mais que €15 por uma cama em dormitório e €40 por um quarto duplo, está caro.

Abaixo, você confere a nossa seleção, e para saber os preços das diárias com mais precisão, faça uma pesquisa com as datas da sua estadia em Budapeste no Booking.com.

 

Wombat’s City Hostel Budapeste

O Wombat’s City Hostel é um dos mais novos e modernos hostels de Budapeste, e desde 2012 vem fazendo a cabeça dos viajantes que curtem criar uma conexão especial com os lugares aonde ficam, já que lá você terá a oportunidade de se hospedar em prédio com quase dois séculos de muita história, que já foi de tudo um pouco, construído durante o auge da Rua Király, um dos endereços mais famosos do centro de Budapeste.

Próximo dos principais pontos da cidade, nem é preciso andar muito para encontrar vários ruin bars, além de ótimos bares, restaurantes e oportunidades de curtir a vida noturna eletrizante de Budapeste. A Deák tér (principal Hub de transporte no centro) e a Andrássy út (a rua das grifes famosas) estão a poucas quadras do Wombat’s.

Dentro do hostel você encontrará quartos espaçosos e elegantes, todos com ar-condicionado, banheiro privativo e lockers eletrônicos. Nas áreas comuns, o clima jovem e divertido se espalha pelo enorme lounge e pelo WomBAR, um pub com ótimos preços dentro do hostel, onde também é servido o café da manhã. Uma cozinha perfeitamente equipada também está disponível. + Ver Disponibilidade e Preços

Em plena expansão pela Europa, você também encontrará Wombat’s em Londres, Berlim, Munique e duas unidades em Viena (The Lounge e Naschmarkt).

Maverick Hostel

Destaque entre os melhores hostels de Budapeste, o Maverick Hostel é perfeito para os mochileiros econômicos que querem um ambiente descontraído para socializar, mas sem ter a sensação de que estão em uma rave 24 horas por dia, ou de que estão bebendo toda a cerveja da cidade.

Localizado centralmente no eixo Bélvaros-Lipótváros, em um prédio histórico totalmente renovado na Ferenciek Square, o hostel está à uma curta distância de vários restaurantes e dos melhores “ruin bars” em Budapeste. Com um mercado 24h no mesmo prédio, várias cozinhas, café e chá liberados o dia todo, a coisa mais fácil por lá é economizar uma grana com alimentação.

Os dormitórios do Maverick Hostel são incomparáveis já que eles não utilizam beliches. Então, se você é daqueles que não curtem a cama de cima, lá essa preocupação sequer existe. + Ver Disponibilidade e Preços

 

Lavender Circus Hostel

Vale a pena ficar no excêntrico Lavender só pela oportunidade de conhecer o Adam, o bohêmio dono da casa, que não contente em fazer com que os hóspedes se sintam bem vindos, irá lhe tratar como alguém da família dele, cozinhando junto com a galera em algumas noites, organizando saídas para as boates que estão bombando, como a Akvárium, e oferecendo vinho e ‘pálinka’, um destilado de frutas muito tradicional na Hungria, que ele traz da sua cidade natal.

Especializado em quartos duplos, o Lavender é perfeito para casais de mochileiros, e escapou de ser um hotel pelo tamanho, e de ser um B&B por não servir o café da manhã, como ele mesmo explica. Os quartos são únicos, decorados com móveis encontrados em mercados de pulgas, paredes cobertas com desenhos fantásticos feitos pelo Adam, e banheiros que possuem aquários com peixes dourados embutidos na parede.

Localizado em frente ao Museu Nacional, a única desvantagem lá é ter que subir 3 lances íngremes de escadas, dependendo do andar do seu quarto. + Ver Disponibilidade e Preços

 

The Avenue Hostel

Budapeste é abarrotada de party hostels, tanto que no sétimo distrito você não consegue andar uma quadra sem topar com algum. E mesmo estando exatamente lá, o The Avenue hostel é um tanto mais calmo do que a vizinhança. Para quem quer uma boa experiência em um hostel limpo, moderno e descontraído, o Avenue estará um nível acima até mesmo dos melhores hostels de Budapeste para você.

Eu sou especialmente fã das beliches deles, montadas em seções, de um jeito que você nunca tem a indignidade de acordar com os pés de alguém na sua cara, e que permitem um nível de privacidade que na maioria das vezes é difícil de encontrar em um dormitório de hostel.

Embora não seja um enorme banquete, o café da manhã é gratuito e com boa quantidade de frutas, pães e bebidas, pra começar o dia com toda a energia.

A partir das 22h vigora a lei do silêncio, em favor dos que irão acordar cedo, já que pra quem quiser festa o bairro não nega uma infinidade de opções. + Ver Disponibilidade e Preços

 

Friends Hostel

Criado em 2005 pela dupla Miklos e Laszlo, dois mochileiros muito experientes e cultos, o Friends Hostel foi feito para os viajantes mais tranquilos, e que prezam por um lugar mais equilibrado e silencioso.  Tudo foi cuidadosamente criado para oferecer um oásis de descanso no meio de uma cidade mundialmente conhecida pela cena noturna, repleta de festas.

O hostel ocupa todo o segundo andar de um prédio na Terez Korut (o grande anel viário de Budapeste) e além dos quartos privados e dormitórios, também conta com 4 apartamentos. A decoração dos quartos e das áreas comuns é repleta de trabalhos de artistas locais, o que faz com que a experiência de ficar por lá ainda mais intimista e única. As áreas comuns são pequenas, mas a TV com XBOX faz valer o tempo que você fica por lá.

Situado em uma área bem movimentada do centro de Budapeste, você só precisará dobrar uma esquina para chegar aos aos principais bares e cafés a céu aberto da Liszt Ferenc Square+ Ver Disponibilidade e Preços

 

The Hive Party Hostel

Diferente do passado elegante, o prédio no número 9 da Dob Street é hoje a casa de um hostel novinho em folha, cheio de personalidade e vida: o The Hive. Um imenso party hostel por excelência, com um atmosfera incrível bem no coração da área bohêmia de Budapeste, com um grande bar e um terraço que é reservado exclusivamente para os hóspedes.

Como eles possuem mais de 300 camas, o hostel é perfeito para grupos e cada quarto possui ar condicionado e camas projetadas como uma verdadeira colméia, tornando a experiência de ficar lá muito especial.

O The Hive também tem uma cozinha super equipada, onde você pode fazer as honras de chef da galera, e o sinal de Wi-Fi cobre todo o prédio perfeitamente…mas com a festa rolando solta no pátio, eu duvido que você vai querer ficar grudado no celular! + Ver Disponibilidade e Preços

Aventura Boutique Hostel Budapeste

Se você está à procura de um hostel acolhedor e confortável para descansar depois de um longo dia explorando os lugares interessantes e os sons de Budapeste, então o Aventura é o lugar perfeito para montar a sua base.

Pensando em oferecer tratamento totalmente personalizado para cada hóspede, o casal que comanda o hostel oferece apenas 4 dormitórios temáticos (incluindo um feminino e um privado) e 4 apartamentos, ideais para famílias que buscam um ambiente tranquilo e econômico. Além de poder contar com a simpatia e prestatividade deles para obter as melhores dicas sobre o que fazer em Budapeste, dentro da casa há até um serviço de massagem.

A estação de trem Nyugati, que faz rápida conexão para o aeroporto da cidade, e um shopping ficam uma quadra do hostel, e pontos turísticos como a Parlamento, da Basílica, da Opera House e da Margaret Island fica a meros 15 minutos de caminhada.  + Ver Disponibilidade e Preços

 

Adagio Hostel Basilica 2.0

Localizado na Avenida Andrassy, conhecida como a Champs Elysée húngara, mesmo entre os melhores hostels de Budapeste, dificilmente o Adagio Hostel Basilica 2.0 não ocuparia o topo no quesito localização. Absolutamente tudo fica bem próximo e é possível conhecer o principais pontos turísticos a pé.

O hostel ocupa alguns andares de um prédio residencial clássico, que conserva algumas características originais da construção, como os tetos altos, piso parquet e enormes portas duplas. Os quartos do hostel possuem um estilo moderno, cada um inspirado em uma pessoa famosa ou produto húngaro, a maioria com seu próprio banheiro.

Uma das coisas que mais me impressiona no Adagio 2.0 é o fato de ser um dos campeões quando o assunto é diversão, mesmo que passe longe de ser considerado um party hostel, e a prestatividade dos funcionários, sempre preocupados em saber se podem fazer alguma coisa para melhorar a sua experiência. + Ver Disponibilidade e Preços

Na mesma avenida, fica a unidade Adagio 1.0, na altura da estação de metrô Oktogon.

Flow Hostel

Situado no centro de Budapeste, este hostel tranquilo e moderno é bem servido de bares e restaurantes nos arredores e fica a uma curta caminhada de distância dos principais pontos e atrações turísticas da capital húngara. De todos os hostels dessa lista é que fica mais próximo do Rio Danúbio, e bem na direção de uma das pontes, agilizando o deslocamento para os dois lados da cidade.

Os quartos são limpos e confortáveis, e todas as beliches possuem cortinas, para dar maior privacidade aos hóspedes. O Flow Hostel possui quartos privados e dormitórios, e assim como as áreas comuns, tudo é impecavelmente limpo diariamente.

A cozinha é um dos espaços mais acolhedores, e lá você encontrará café e o chá liberados o dia todo, o que significa que nos dias frios você só tem o trabalho de escolher qual bebida vai te ajudar a se esquentar ao chegar no hostel. Além disso, o Flow Hostel é uma das pouquíssimas propriedades que permitem a entrada de animais em Budapeste!  + Ver Disponibilidade e Preços

 

LOL Boutique Hostel

Um hostel que tem um ruin bar pra chamar de seu! Exatamente, isso que você leu. O The Farm Pub, um dos ruin bars de Budapeste funciona dentro do pátio do Lol Boutique Hostel, e além garantir a diversão na casa, oferece um ótimo cardápio de comida e bebidas (que fica ainda melhor nos dias em que há o campeonato de bartenders).

Definitivamente, é o lugar perfeito pra galera mais descolada e que já se ligou que a vida não tem que ser levada tão a sério. A decoração dos quartos, com paredes pintadas com temas irreverentes, não deixa duvidas. As inspirações vão desde Looney Tunes praticando esportes, relógios na parede e um canteiro de obras nos dormitórios, até os duplos Honeymoon e o sugestivo 69, dedicados aos casais mochileiros mais animados.

Bem próximo dos principais pontos de Budapeste, como a Basílica de Santo Estevão e da Ópera Húngara, você ainda conta com 3 estações de metrô bem próximas e com a Avenida Andrassy para facilitar o deslocamento para qualquer lugar da cidade. + Ver Disponibilidade e Preços

Agora que o nosso time com os melhores hostels de Budapeste está escalado, no mapa abaixo você pode encontrar a localização exata e conferir as atrações ao redor de cada um. 😉

Este post faz parte do nosso Guia de Hostels Europeus, que te dá as melhores opções para se hospedar em locais econômicos, com bom astral e qualidade nas principais cidades do velho continente.

Engenheiro Bioquímico por formação, Carioca por vocação, 30 anos. 11 em cada 10 sonhos seus envolvem nomadismo e lugares pouco convencionais ao redor do mundo. Uma hora ele acaba realizando.