Onde ficar no Rio de Janeiro: os melhores bairros para se hospedar

Onde ficar no Rio de Janeiro: os melhores bairros para se hospedar

Para saber onde ficar no Rio de Janeiro e quais os melhores bairros para se hospedar na Cidade Maravilhosa, nada melhor do que contar com as dicas de um carioca da gema, que conhece a cidade como a palma das mãos e vai te explicar um pouco mais sobre os bairros da zona turística do Rio de Janeiro para quem está pensado em passar alguns dias aqui e ainda não faz ideia de qual localização escolher para curtir a capital ao máximo e sem entrar em furada.

Cada bairro aqui tem seus atrativos e características muito diferentes, que fazem com que mesmo sendo vizinhos proporcionem experiências muito diferentes não só aos visitantes, mas também pra gente que vive o dia-a-dia nesse Rio de Janeiro. Tem um bairro pra cada estilo de vida, e neste post, eu trago um mini guia pra que você possa buscar a vizinhança que mais combina com o seu estilo de vida e que tenha o maior potencial para entregar as experiências que você mais espera em terras cariocas.

+Veja aqui: Uma seleção com os melhores hostels e hotéis que ainda tem vagas para as datas do Rock in Rio 2017, além de outras dicas sensacionais sobre o festival e o Rio de Janeiro.

Centro e Lapa

É onde se localizam a maioria das atrações históricas e culturais do Rio de Janeiro. O que não é pra menos, já que foi ali que o Rio de Janeiro começou a ser construído. O Centro é, ainda, a maior área de negócios da cidade e, normalmente, nos dias úteis a região fica lotada de pessoas que trabalham por ali. Já aos sábados e domingos, a região fica bem mais vazia, mas como em quase todo centro de cidade grande, é necessário ter muito cuidado ao andar por ali.

8593540076_2610325886_o

Os vários museus e casas de cultura locais são ideais para construir um roteiro a pé durante o dia.

Durante a noite, a Lapa se destaca por atrair cariocas e turistas de diferentes tribos para seus bares e casas noturnas. Um bar que é quase uma unanimidade é o Belmonte. Para quem quer curtir música e dançar, as casas La Esquina, Leviano e o Lapa 40º seguem uma programação com ritmos bem variados. Para ritmos brasileiros, o Clube dos Democráticos e o consagradíssimo Rio Scenarium mais que dão conta do recado.

Na parte mais voltada para negócios, as melhores opções de hospedagem são os hotéis de grandes redes. Já na Lapa, procure um bom albergue para fortalecer a experiência coletiva na região.

+Ofertas de hotéis no Centro e na Lapa

Santa Teresa

Santa Teresa é um dos bairros mais interessantes do Rio de Janeiro. Consegue ser muito turístico sem se tornar artificial demais e andar pelas suas ruas dá uma sensação boa de desconexão com o restante da cidade, por conta da calma e silêncio das ruas. Não é a toa que é lá que muitos artistas plásticos e músicos preferem morar.

20130525_144303

A agenda cultural do bairro é intensa. Lá você encontra museus, casas de cultura e muitas exposições. Durante a noite, o samba e o forró dão o tom da diversão.

No meio de toda a modernidade e correria do Rio de Janeiro, Santa Teresa apresenta a chance de contato com um pedaço da cidade que mantém um elo com as raízes da cidade. E é justamente isso que atrai muitos turistas para o bairro. Não há hotéis grandes e a maioria é instalada em antigos casarões que foram remodelados para se tornarem boas referências de hospedagem boutique/design na cidade. Há muita oferta de bed and breakfast e albergues no bairro.

+Ofertas de hotéis em Santa Teresa

Botafogo

Botafogo é um bairro que faz um bom “meio de campo” entre o Centro e as atrações da Zona Sul do Rio de Janeiro. O bairro em si não tem lá grandes atrativos turísticos, mas a localização em si é bem estratégica, pois de Botafogo você está a meio caminho de qualquer ponto turístico do Rio de Janeiro e durante a noite pode curtir ótimos bares e restaurantes sem ter que sair do bairro.

7481584488_0020e97f93_o

Para curtir a noite, os pubs da Rua Nelson Mandela (em frente à uma das saídas do Metrô Rio) são uma ótima pedida. Meus preferidos são o Shooters Cocktails Bar e o Cafofo Pub. O lendário Bar Bukowiski (R. Álvaro Ramos, 270) e a alternativa Casa da Matriz (R. Henrique de Novaes, 107) estão entre as melhores noitadas de rock do cenário carioca. Já a Champanharia Ovelha Negra (R. Bambina, 120) é o ponto de encontro ideal para quem quer curtir um ambiente mais tranquilo.

O bairro não conta com muitos hotéis de grande porte (pra não dizer quase nenhum), mas pra quem curte hotéis e albergues numa linha mais design ou boutique, é em Botafogo que você encontrará os melhores.

+Ofertas de hotéis em Botafogo

Copacabana

A princesinha do mar dispensa maiores apresentações. Poucos bairros no mundo podem se orgulhar de serem por inteiro um ponto turístico, e é exatamente esse o caso de Copacabana.

3919711826_7b9b80d523_o

A boa aqui é curtir o modo de viver do bairro. Acordar e tomar um café na Confeitaria Colombo do Forte de Copacabana, pode ser a melhor forma de começar o dia de um foma saborosa e com uma vista privilegiada. Depois, caminhar ou pedalar no calçadão com o desenho mais conhecido do mundo até o Leme, e então cair no mar. No mínimo, uma boa maneira de começar o dia antes de começar os passeios pela cidade.

Além do cinematográfico Copacabana Palace, há uma grande oferta de hotéis de grandes redes internacionais na orla. Duas ou três quadras para dentro do bairro também há uma quantidade boa de albergues e hotéis menores e mais baratos.

+Ofertas de hotéis em Copacabana

Durante a noite, recomendo o Mud Bug Sports Bar (Rodolfo Dantas, 16) e a Pizzaria La Fiorentina (Avenida Atlântica, 458-A).

Ipanema, Leblon e São Conrado

Os três bairros são muito parecidos e você mal sabe quando entrou em um e saiu no outro. Por isso, as dicas vão numa tacada só.

São parte da área mais luxuosa dentro do Rio de Janeiro e contam com uma ótima infraestrutura. As praias seguem a mesma linha da Copacabana e lotam bastante no verão. Uma das coisas mais bonitas de fazer no Rio é curtir o pôr do sol na Pedra do Arpoador. No verão, cariocas e turistas lotam a pedra e batem palmas quando o sol se vai. Durante o dia, a praia do Arpoador é ótima para relaxar um pouco em cima de uma prancha de stand-up paddle.

16126816529_8969a283fe_o

O entorno da Lagoa Rodrigo de Freitas é ótimo para curtir momentos de relaxamento e lazer. A boa ali é alugar uma bicicleta e dar uma volta completa pra curtir a paisagem de um dos melhores cartões postais cariocas.

Para comer e curtir a noite, ao redor da Praça General Osório, em Ipanema, existem vários bares e restaurantes. Para curtir uma noite irlandesa com toque carioca, vá ao Shenanigan’s Irish Pub. Não deixe de experimentar também o chopp de banana (reza uma lenda ser afrodisíaco) no divertido Banana Jack.

Na orla, os hotéis dos três bairros seguem uma linha mais luxo. O Hotel Fasano e o Sheraton Rio Resort estão entre os preferidos de celebridades do mundo todo. A região também conta com hotéis mais em conta no miolo dos bairros. a oferta de albergues também é razoável.

+Ofertas de hotéis em Ipanema, Leblon e São Conrado

Barra da Tijuca

A Barra é um bairro praiano e que possui vida própria. Em relação aos outros, é um bairro novo e possui, de longe, a melhor infraestrutura da cidade. A única desvantagem é ser longe de quase tudo que é turístico.

As praias são, na minha humilde opinião nativa, bem melhores e seguras que as da zona sul. Para evitar aglomerações, a melhor faixa de areia é o trecho da Praia da Reserva, que fica entre a altura do Terminal Alvorada e o início do Recreio dos Bandeirantes. Duas ótimas opções gastronômicas à beira-mar ficam exatamente nessa parte. Uma é o Pesqueiro Eco Gourmet e a outra é o Costello, dois dos enormes quiosques que existem na Avenida Lúcio Costa, na altura da Reserva.

DSC_0193

Os maiores shoppings do Rio de Janeiro também estão na Barra da Tijuca, o que faz de lá o local ideal para fazer compras. Os mais famosos são o tradicional Barra Shopping, o Downtown e, concentrando boas opções de luxo, o shopping Rio Design.

Boas opções para curtir a noite são os bares e restaurantes das avenidas Olegário Maciel e Érico Veríssimo, onde você encontra os comentados restaurante Paris 6 (24 horas) e a Champanharia Blá Blá. Bem próximo dali, às margens da Av. Armando Lombardi, estão as boates 021 e Nuth Barra. Já próximo ao Barra Shopping, uma opção bem diferente é o Eclético, que é meio restaurante e meio danceteria, aonde os garçons e garçonetes são cantores e além de servir os clientes, fazem também números musicais durante a noite.

A orla concentra a maior parte dos hotéis na Barra da Tijuca e é o local ideal para quem quer apenas se hospedar e curtir. Um outro pólo de hotéis na região tem se desenvolvido nas proximidades do Parque Olímpico e, apesar de estar a uma boa dezena de kilômetros da praia, é lá onde estão os hotéis mais novos e modernos da Barra. Além, é claro, de ser a melhor opção para quem está desenvolvendo atividades ligadas aos jogos.

+Ofertas de hotéis na Barra da Tijuca

Engenheiro Bioquímico por formação, Carioca por vocação, 30 anos.
11 em cada 10 sonhos seus envolvem nomadismo e lugares pouco convencionais ao redor do mundo. Uma hora ele acaba realizando.