Patagônia - As quatro estações em Torres del Paine

Patagônia – As quatro estações em Torres del Paine

A melhor época para visitar o Parque Nacional Torres del Paine e as cidades vizinhas Puerto Natales e Punta Arenas é algo que depende muito do que você quer encontrar na sua viagem. O “quando ir?” vai do gosto por certo tipo de paisagem e do nível da aventura que você quer viver. 🙂

Isto porque as quatro estações proporcionam visuais bem diferentes e interessantes entre si dentro do parque, e proporcionarão belezas diferentes aos olhos dos visitantes.

Quanto às complicações climáticas – que no caso de quem tem espírito aventureiro estão mais para “diversão climática” 🙂 – não se engane, você pode experimentar diversas combinações de chuva, vento e companhia. A coisa lá é imprevisível de natureza.

No nosso primeiro post sobre a Patagônia, passaremos um panorama geral do que você poderá encontrar em cada estação do ano na região.

Verão (Dezembro – Março)

É a época em que o frio não será o grande problema. A temperatura varia na faixa de 5º a 20º C, e os dias podem durar até 16 horas. Essa combinação cria o cenário perfeito para a prática de diversos esportes dentro do parque como o trekking, MTB, caiaque, etc. Por conta disso, também é a época em que o parque está mais lotado de visitantes.

Como o período de luz natural é maior, os trechos dos circuitos de trekking, tais como o circuito W, podem ser feitos sem correria, com paradas para descansar, curtir e fotografar as incríveis paisagens.

DSC_0088

Paisagem típica de verão à margem do Lago Nordenskjold – Foto: Elton Junior

É também o período em que a fauna e a flora de Torres del Paine estão no auge de sua beleza, proporcionando um espetáculo de cores e vida nativa. Prepare sua câmera!

Um outro grande personagem da estação é o temido vento patagônico. Nesta época, à qualquer momento você pode ser surpreendido por ventanias que podem atingir facilmente os 120 km/h e causar quedas de uns 7ºC durante a passagem. Faz parte da diversão em Torres de Paine!

Outono (Março – Junho)

A paisagem do parque começa a trocar suas cores e passa a ter uma predominância de tons que variam de amarelo a vermelho. Uma grande obra de arte da natureza. A temperatura começa a cair e fica numa faixa que varia em torno de 0 a 10 ºC.

DSC_0298

Cores de Outono chegando ao Setor Grey – Foto: Elton Junior

O número de visitantes começa a cair e caminhar pelo parque fica muito mais tranquilo.

Este também é o período mais chuvoso no parque, então é bom não esquecer as roupas impermeáveis.

Inverno (Junho – Agosto)

Tão bonito quanto adverso, o inverno faz com que o parque fique coberto de branco por conta das frequentes nevascas que ocorrem nessa época. A temperatura fica em torno de -2 a 6 ºC e os dias são mais curtos, com sol das 9 até as 17 horas apenas. A única coisa que facilita a visita à região nessa época é a ausência dos fortes ventos austrais.

DSC_0169

Valle del Francés – Foto: Elton Junior

Apesar de ser uma das épocas em que o parque fica mais bonito, é muito importante verificar a disponibilidade dos hotéis e abrigos dentro do parque, pois muitos fecham devido à instabilidade climática.

Muitos setores do parque também ficam fechados, pois o volume de neve impede a passagem pelos caminhos. Julho e agosto é a época mais crítica.

Pouquíssimos visitantes chegam ao parque nessa época.

Primavera  (Agosto – Dezembro)

A temperatura volta a subir, e flores e folhas voltam à nascer e devolvem cor ao parque.

O clima é bem parecido com o do verão. A temperatura volta a subir ficando numa faixa de 2 a 16 ºC e os dias voltam a ficar um pouco mais longos.

DSC_0284

Campo Florido no Setor Grey – Foto: Elton Junior

É uma época em que o parque ainda não está tão lotado e ainda é possível percorrer as trilhas do parque sem tanto trânsito de pessoas.

Tudo que a gente passa nesse post é obviamente uma média do que ocorre em cada estação. Como já citamos, não só o parque como toda a Patagônia sofre a influência dos fortíssimos ventos austrais e de microclimas em diferentes regiões. Nada impede que em uma semana dentro do parque você pode acabar experimentando um pouco das quatro estações do ano. Ou então que você passe um dia claro em pleno inverno.

Uma ótima fonte de obter previsões climáticas em diferentes pontos do parque é o site windguru.com . No posto de entrada no parque, também há um quadro com a previsão climática para 5 dias à frente.

Engenheiro Bioquímico por formação, Carioca por vocação, 30 anos.
11 em cada 10 sonhos seus envolvem nomadismo e lugares pouco convencionais ao redor do mundo. Uma hora ele acaba realizando.