Chile - Roteiro para curtir Santiago em apenas 1 dia

Chile – Roteiro para curtir Santiago em apenas 1 dia

Sabe aquelas vezes em que você é presenteado com uma escala monstra de quase um dia inteiro em uma cidade fantástica? Então, tive essa sorte ao retornar da Patagônia e pude curtir um dia inteiro em Santiago e assim matei a saudade da primeira cidade em que pisei fora do Brasil.

Por mais que um dia em uma cidade com tantas atrações seja muito, mas muito pouco, um dia de escala ou um bate volta (é uma opção se você estiver em Mendoza, por exemplo) podem ser o bastante pra dar um giro pela área turística do Centro de Santiago e experimentar alguns dos sabores que a gastronomia local oferece.

+LEIA MAIS: Como ir do Aeroporto ao Centro de Santiago e confira também qual moeda usar no Chile.

+LEIA MAIS: Veja todos os nossos artigos sobre Santiago do Chile

Percorremos um roteiro mais urbano em Santiago, mas uma boa opção se você quiser passar o dia fazendo atividades mais tranquilas, longe da multidão, é fazer um dia do vinho, visitando uma ou duas vinícolas. Ou então, combinar uma vinícola com algum dos muitos museus que existem na cidade.

Segue o nosso roteiro com um time de coisas para fazer na sua escala ou bate-volta em Santiago. No final, colocamos um mapa para que você localize cada ponto turístico.

1. Café con Piernas

Uma primeira parada bem cedo em um dos “cafés con piernas” localizados no Paseo Ahumada, rua que fica próxima à Plaza de Armas e ao Palácio La Moneda.

foto nova

Estes cafés são estabelecimentos que podem ser considerados uma tradição chilena. Neles, as garçonetes atendem os clientes com vestidos muito curtos e decotes bem chamativos e os balções não são tampados, de um modo que as pernas das garçonetes fiquem à vista. Nada de ofensivo, e muito menos de mal gosto. Tanto que muitas mulheres frequentam estas cafeterias. É, digamos, um café com bom humor.

Os mais famosos são o Café Haiti e o Café Caribe, ambos no Paseo Ahumada.

20150224_110653

Nota: Só conheço e recomendo ir à esses dois que são estabelecimentos sérios, pois no Chile também existem “cafés com muito mais que pernas”, se é que me entendem. Se for a algum outro e estiver na dúvida, é só ver se a fachada for de vidro transparente, o estabelecimento é sério e pode entrar sem problemas. Se o vidro for escuro, é provável que seja algo ligado à prostituição.

Outra nota: seja um café com piernas sério ou não, crianças não entram. Primeiro, porque de uma forma ou de outra, as garçonetes estão em trajes bem chamativos. E segundo por que o espaço é livre para que as pessoas fumem à vontade.

2. Palácio La Moneda 

Termine seu café con piernas e vá para o Palácio La Moneda. Boa parte da história chilena passa pelos corredores desta construção imponente localizada no coração de Santiago. A troca de guarda do palácio é um espetáculo à parte (veja aqui o calendário de trocas de guarda) e ocorre a cada dois dias. Rola até uma “Aquarela do Brasil” tocada pela banda marcial.

20131026_155008

É possível também agendar visitas guiadas pelo palácio. As visitas duram cerca de 1:15 h, são feitas de segunda a sexta em 4 horários diferentes e devem ser agendadas com, no mínimo, uma semana de antecedência, já que são muito concorridas. As reservas devem ser feitas pelo e-mail visitas@presidencia.cl .

DSC_0024

Há também o Centro Cultural Palacio La Moneda no subsolo da Plaza de la Ciudadania, que fica no lado do palácio voltada para a Avenida Libertador Bernardo O’Higgins. Mais informações em http://www.ccplm.cl

3 . Plaza de Armas

Nada mais, nada menos que o coração de Santiago. Também de importância histórica para a capital chilena, a Plaza de Armas é um ponto de muita efervescência cultural. Construções antigas, museus, a catedral e um sem número de músicos, pintores e outros tipos de artistas expondo o seu talento.

20131026_151851

4. Catedral de Santiago

20150224_122549

No lado oeste da Plaza de Armas, está uma das igrejas mais bonitas em que eu já entrei. A Catedral Metropolitana de Santiago é o principal prédio da igreja católica no Chile e é a sede da arquidiocese local.

O prédio que vemos hoje, é a quinta versão e foi terminada em 1800. As outras versões do prédio foram destruídas por incêndios e terremotos que acometeram a capital chilena.

DSC_0052

A riqueza de detalhes é algo impressionante. Os altares, vitrais, imagens e a arquitetura em si vão prender os seus olhos de tanta beleza.

DSC_0049

5. Mercado Central de Santiago

Tirando a parte chata do monte de garçons quase carregando os turistas pra dentro dos restaurantes, essa é a primeira opção de local para sentar e comer. A maioria dos restaurantes é de peixes e frutos do mar.

6. La Piojera

Prepare-se para o “Terremoto”!

Bem ao lado do Mercado Municipal de se encontra um dos butecos mais pitorescos e conhecidos de Santiago. E tudo por conta de um drink que promete sacudir a sua cabeça.

20150224_125123

O bar é bem rústico e não tem luxo nenhum, o que pra mim deixou a experiência melhor ainda. Já o terremoto, é uma mistura de Pipeño (um tipo de vinho branco), Granadina (ou Fernet, se você prefere um drink mais amargo) e uma bola enorme de sorvete de abacaxi, compondo uns 500 ml de um drink bem saboroso e igualmente bombástico.

20150224_123844

Nem precisa dizer que todo mundo sai de lá sorrindo né…rs.

7. Cerro Santa Lucia

Que tal observar Santiago do alto e de quebra ainda ter uma visão privilegiada da Cordilheira dos Andes?

Ao subir as escadarias do local aonde o conquistador espanhol Pedro de Valdívia fundou a cidade de Santiago, você passará por bosques, jardins e construções com arquitetura da Europa antiga.

20150224_143653

O Parque é um reduto de paz em meio à toda a agitação da cidade grande e guarda uma beleza impressionante em seus diversos setores.

20150224_145843

No seu ponto mais alto, o visual da cidade é impressionante e você pode conferir tudo em 360 graus.

8. Barrio Lastarria

Talvez a parte mais charmosa de Santiago. Nas ruas com construções num estilo bem europeu, a boa gastronomia se mistura com arte. Uma ótima atração na Calle (Rua) Lastarria é o Museo de Artes Visuales, que abriga algumas exposições interessantes. Às quintas, sextas e sábados, ocorre uma feira de antiguidades bem semelhante à Feira do Rio Antigo, porém em escala menor.

20150224_152657

É, na minha opinião a melhor parada para um almoço em Santiago. Os restaurantes são ótimos e para gostos variados.

Antiquários, ateliers, livrarias, galerias de arte e outros museus fazem parte da gama de atrações que esse pequeno pedaço de Santiago oferece.

9. Emporio de La Rosa

Saindo da Calle Lastarria em direção ao Parque Forestal, está localizada uma das 25 melhores sorveterias do mundo. Mais que vale uma parada para experimentar alguns sabores bem exóticos. Na minha última passada por lá, não resisti à provar o de limão, menta e ahuamaca (um tipo de manjericão) e também o de rosas. Isso mesmo, os caras fazem sorvete de rosas e o sabor é surpreendentemente bom.

20150224_155315

10. Parque Forestal

Uma das coisas que os chilenos fazem muito bem é aproveitar os espaços públicos pra dar uma relaxada. E o Parque Forestal é um desses espaços reservados para esse fim. Uma imensa área verde cheia de esculturas, monumentos e um bonito chafariz, e onde crianças podem se divertir nos brinquedos de praça e adultos podem desligar um pouco do mundo jogados na grama sob a sombra de uma das diversas árvores.

20150224_160057

11. Patio Bellavista

Entre as famosas Calles Bellavista e Pio 9, que são as ruas onde a noite Santiaguina bomba, mais um ponto repleto de lojas de souvenirs, restaurantes e bares muito bem frequentados.

C360_2015-02-24-16-22-36-097

Meus lugares prediletos são o Backstage, onde o rock e a boa comida se enontram, e também o Mosaicafé, que serve a melhor Ceviche que eu já comi fora de casa.

20150224_160815

As mulheres se perdem nas vitrines das joalherias que vendem peças fabricadas com a pedra Lápis Lazuli, que só é encontrada no Chile.

Para curtir todas estas atrações, basta se localizar com o mapa abaixo. Dá pra fazer tudo isso andando tranquilamente, e todas as atrações também possuem estações de metrô bem próximas (Também podem ser visualizadas no mapa).

Feito tudo isso, restou voltar para o aeroporto e ainda curtir o sol se pondo antes de voltar pra casa.

DSC_0086

Engenheiro Bioquímico por formação, Carioca por vocação, 30 anos. 11 em cada 10 sonhos seus envolvem nomadismo e lugares pouco convencionais ao redor do mundo. Uma hora ele acaba realizando.